Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carpe Diem

A alegria é a saúde da alma

Carpe Diem

A alegria é a saúde da alma

Desfrutar

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 15.04.12

é importante manter a palavra em mente porque facilmente me esqueço de desfrutar....

A importancia que dou às pequenas coisas complica tudo é verdade mas é nas pequenas que descobrimos como reagimos nas grandes!!

A disponibilidade é outra coisa que me complica.....e me baralha...

Não quero pensar muito nisso.

Sinto-me bem mas há certas coisas que ainda me fazem torcer o nariz.....

e eu não gosto quando torco o nariz....

Gosto de saber da minha importancia...mas quem não gosta de se sentir importante para alguém....

Peço demais..se calhar mas sou assim....quem gosta gosta quem não gosta já sabe o que fazer.

 

Carpe Diem :D

Querer ajudar é importante...

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 18.03.12

mas também precisamos de saber quando devemos parar....

Porque não só podemos estar a invadir a vida dos outros como a destruir a nossa auto-estima.

Sim porque fazemos tudo o que podemos para animar os outros e depois vimos que no fim as coisas ou não correm bem....ou então quem ajudamos simplesmente ignora-nos....

E isso mata a nossa auto-estima.

Não sou de extremos...

Ofereço a minha ajuda mas quando não a querem paro.

Não sou de desistir mas também não gosto que me ignorem...

Tenho a minha mão estendida mas agarra-la depende de quem a precisa....

Há quem diga que sou franca e directa demais....concordo por vezes sou mas tenho sentimentos...

E tenho o mau feitio de dizer o que sinto e não costumo deixar nada por dizer....

Não tenho as respostas todas nem quero...não sou nem melhor nem pior que os outros SOU APENAS EU!

Não julgo porque não gosto que me julguem...

Penso que posso ajudar à "minha maneira" e sei que nem sempre é a melhor maneira de ajudar....

 

Carpe Diem

 

 

Esqueletos no armário

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 07.02.12

Todos temos!

O que fazemos com eles é que nos fazem ser diferentes uns dos outros...

Limitar a vontade de estarmos com alguém só porque não queremos "cair" na mesma asneira será o mais correcto? Não sei mas temos que respeitar...

Não sou de me conformar com as situações mas tento compreender e respeitar porque amanhã posso ser eu a decidir algo baseado nos meus esqueletos....e por certo vou desejar que me compreendam e respeitem...

Eu pessoalmente prefiro arriscar e VIVER do que pensar e deixar de viver....

 

Carpe Diem

Sentir o tapete a fugir debaixo dos pés

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 26.01.12

O que fazer quando sentimos o tapete a fugir debaixo dos nossos pés....

Não há muito a fazer apenas termos a certeza que temos onde nos agarrar para não cairmos!!

A porta fecha-se e uma janela abre-se....

Porém o silêncio ao nosso redor nem sempre nos permite ver a janela aberta e depois ficamos tristes....

 

Temos de ter um momento de reflexão e tentar perceber como dar a volta por cima...

Quem me conhece sabe que não fico triste por muito tempo....

Sei que se calhar devia ter dito como me sentia mas tenho este mau feitio de por vezes não me querer intrometer....de não pedir a mão que me ajuda...o abraço que me acalma....

 

E não...não é a nivel pessoal porque nesse nivel nunca estive tão bem :D

 

Carpe Diem

Desânimo

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 16.01.12

é o que sinto neste momento...

Olhar ao meu redor e saber que terei de acabar com isto...

Tentar racionalizar e visualizar uma resolução que não encontro mas sei que tenho a FORÇA para ultrapassar mais este obstáculo....

Sinto que preciso de exteriorizar mas não sei como....

Sinto que preciso de desabafar mas não sei com quem...

Não quero perturbar os outros com problemas que são meus...

Sei que um pouco de irracionalidade me ajudaria....

 

Esta fase de certo passará depressa...

 

Carpe Diem

Uma dose de realidade

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 27.12.11

Sinto um aperto..algo que ja nao sentia ha muito tempo..
Confesso que me assusta...alias perturba porque nao sei muito bem qual o final que se afigura...
Eu sei que o que temos nao esta definido mas faz-me bem e como tal a ideia de perder o que temos assusta-me...
Eu sei que por vezes precisamos uma dose de realidade mas confesso que estou habituada a nossa irracionalidade ;)

Carpe Diem

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 29.11.11

e aproveita-se todos os momentos :)

Porquê?

Porque nos fazem bem ;)

Porque de repente sentimos que estamos vivas....

E que mal tem?

Nenhum....

A vida também é isso viver o inesperado e esperar que não acabe ;)

Sem nos preocuparmos com o resto porque não estamos a fazer nada de errado...

 

é claro que a racionalidade q.b. é importante mas se estamos a gostar mudar para quê? Complicar para quê?

Entramos na canoa e vamos onde o rio nos levar ;)

E se formos surpreendidos pela positiva ainda melhor :)

Irracionalidades

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 24.11.11

Por vezes fazemos coisas irracionais e por mais que nos digam que não são assim tão irracionais...
Nós temos a certeza que sim..
Admitimos o erro e mesmo assim a cabeça não esquece...
E porque havia de esquecer se essa sensação nos faz sentir VIVA!
Mesmo correndo o risco de deitar tudo a perder...valeu pela sensação que nos fez sentir!
Não há nada mais forte do que o que sentimos nem a cabeça consegue superar essas sensações..
Será bom ou mau...não sei mas pelo menos SENTI-A!

 

Carpe Diem

De monotonia não me posso queixar

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 17.11.11

Uma vez que cada dia há uma coisa nova a passar-se...

Infelizmente as ultimas são todas estranhas....

Continuam a insultar a minha inteligência ou será que é um esquema para  ver se eu caio....

Ao fim deste tempo já deviam saber que eu não caio e se cair caio de cabeça erguida...

Por isso continuem com os vossos esquemas que eu estou atenta....

Fica o aviso e o desabafo.

 

Carpe Diem

O que fazer...

por Gisela Baptista aka Tasmaniapt, em 15.11.11

O que fazer quando se sabe que não se pode fazer nada para alterar o curso de algumas coisas...

Temos 2 caminhos:

- ou desmoramos e entramos num tunel onde a luz é de vela e com o vento que faz não se vê

- ou levantamos a cabeça e "segue-se em frente que atrás vem gente" (como diz uma amiga minha)

Quem me conhece sabe que eu escolho sempre o 2º caminho!

Mas há dias que não é facil...ainda por cima quando "coisas estranhas" começam a acontecer..e começam a ofender a minha inteligência...

Será que esta gentinha não tem olhos na cara e não percebe que não vale a pena os rodeios.  As decisões estão tomadas e são conhecidas por isso BASTA de conversa fiada....

Quem me conhece também sabe que eu primo pelo confronto directo e frontal...sim eu sei às vezes sou Bruta e Directa demais..AZAR eu sou assim e não me parece que vá mudar....

Por isso deixem-se de coisas e bora lá continuar a viver :-D

 

CARPE DIEM

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D